Planear a felicidade

13417683_1108536749193011_2751710880087409745_n

pla·ne·a·men·to
(planear + mento)

substantivo masculino

1. Ação ou efeito de planear.

2. Plano de trabalho pormenorizado.

3. Serviço de preparação do trabalho ou das tarefas.

“planeamento”, in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/planeamento [consultado em 15-07-2016].

No âmbito da espiritualidade e da sua integração nas nossas vidas (esta realidade pode ser aplicada a outros contextos), geralmente falhamos ao não colocarmos na ação o entendimento e o conhecimento teórico que adquirimos.
Não vale de muito termos entendimento de nós próprios e do mundo de forma teórica, identificarmos os nossos bloqueios ou experimentarmos dezenas de terapias e rituais energéticos, se eventualmente não praticamos o que aprendemos ou se não agimos em conformidade.

Assim, rezar não chega. Acreditar não basta. Entender não resolve.
Já dizia a anedota: Se queres ganhar a lotaria, pelo menos “joga”.
A falta de tentativa é um fracasso “a priori”.

Só quando a fé e o entendimento se integram por inteiro na nossa ação é que podemos esperar resultados visíveis. De acordo com o taoísmo, esta questão justifica-se pela inseparabilidade das energias yin e yang, que potenciam o equilíbrio através da complementaridade.
Ora o que está no espírito deverá materializar-se.
O que está no astral (céu – energia), deverá descer à terra.
O Yin será incompleto sem o yang e vice-versa (interdependência).

Não vale a pena falarmos em gratidão se não agradecemos a quem nos dá a mão.
É indiferente se gostamos de alguém se não o expressamos.
Um projeto que se pensa, deverá ser iniciado e finalizado.
Uma terapia de feng shui terá de dar origem a mudanças significativas no espaço em que vivemos, nos objetos que nos rodeiam e nas relações e padrões que provocaram a falta de equilíbrio (e vice-versa).
Se somos humildes, a nossa humildade deve estar presente em nós, na forma como agimos, vivemos, ensinamos e amamos.

Se praticamos meditação, artes marciais, yoga, etc… deveremos também saber aplicar essa flexibilidade e limpeza energética no nosso dia-a-dia, deitando fora o que não nos pertence e mantendo um fluxo energético interno “clean“.
Se achamos que a meditação traz muitos benefícios e vai mudar a nossa vida, nada como começar hoje. Sem desculpas.
Não será saudável trabalhar exaustivamente a espiritualidade, ir a terapias e tapar o sol com a peneira quando não estamos prontos para agir e “tomar de assalto” a nossa própria vida, as rotinas e a felicidade.

Continuar a afirmar: “Eu não tenho…”; “Eu não sou capaz…”; “Não me é permitido…”, só atrairá para a nossa vida essa realidade.

Pensar dá origem a ALGO. Planificar permite a “construção” ou “destruição” de algo consoante a nossa intenção e a nossa motivação.
A alegria contém em si a tristeza. A tristeza culmina no sorriso.

Tudo está em tudo. Nada está separado. Não separemos o que é Uno.
O fosso fica na mente. Se controlarmos a mente, o fosso deixa de existir e tudo passa a ser possível.

Querer é PODER mas temos de nos mexer!

Fotografia: Unknown

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s